DadosMundiais.com
Turismo internacional

Turismo internacional: Os países mais populares

Em 2020, 2,40 bilhões de turistas internacionais viajaram para outros países do mundo. Ainda não temos dados sobre o Brasil para 2020. No ano anterior, o país alcançou o 63º lugar.

O primeiro lugar foi para a França com 117,11 milhões de turistas.

Entretanto, a pandemia de Covid19 em 2020 e 2021 afetou significativamente o setor, que vem crescendo de forma incessante há décadas. As restrições de viagem causaram declínios maciços.
A avaliação aqui apresentada se baseia nos dados da Organização Mundial do Turismo (em inglês) para o ano 2020 e enumera os 42 países mais populares. Tanto o número de turistas quanto a receita se aplicam às viagens internacionais, ou seja, não incluem os viajantes domésticos. Um turista é qualquer hóspede que passa pelo menos uma noite no país.

Turismo

Gotas drásticas devido à Covid19

Em quase todos os países foram impostas restrições maciças de viagem em 2020 e 2021, causando altas perdas de receita e números de turistas significativamente mais baixos internacionalmente. Em alguns casos, houve declínios de menos de 5%.

Além disso, nem todos os dados estão disponíveis no momento. Apenas 129 países relataram seu faturamento e número de visitantes para 2020 através de suas autoridades nacionais de turismo. Esta página se baseia, portanto, apenas nos dados publicados até o momento.

Os destinos de viagem mais populares

Viagem AéreaÉ impressionante que o turismo seja muito limitado em grandes partes da África e até mesmo na América do Sul, que é tão culturalmente interessante. Por outro lado, muitos países europeus são visitados com bastante freqüência por estrangeiros, o que se deve principalmente à sua proximidade geográfica com outros países. Quanto menores os custos de viagem, mais atraentes se tornam os destinos, especialmente para as nações industrializadas vizinhas.

Um olhar mais atento aos números também revela que os EUA (3º lugar), tendo em vista seu tamanho, só conseguiu atrair um número relativamente moderado de turistas, mas teve receitas consideráveis. Por viajante, foram registrados aqui 1.870 dólares. Este é um lucro que apenas 24 outros países conseguiram superar. Este é um lucro que apenas 24 outros países conseguiram superar.

Nº PaísTuristas
(em milhões)
Receita
(US$ bilhões)
Receita
por turista
Parte do PIB
1França117,135,96 $307 $1,2 %
2México51,111,45 $224 $0,9 %
3USA45,084,21 $1.870 $0,4 %
4Itália38,420,46 $533 $1,0 %
5Hungria31,64,22 $133 $2,3 %
6Croácia21,65,63 $261 $8,3 %
7Turquia16,013,77 $862 $1,7 %
8Áustria15,115,36 $1.018 $3,2 %
9Alemanha12,458,37 $4.689 $1,4 %
10Ilhas Virgens (EUA)8,60,69 $80 $16,3 %
11Emirados Árabes8,124,62 $3.045 $6,9 %
12Grécia7,46,19 $836 $2,9 %
13Países Baixos7,310,93 $1.504 $1,1 %
14Rússia6,44,96 $780 $0,3 %
15Macau5,99,44 $1.601 $31,6 %
16Romênia5,01,61 $321 $0,6 %
17Bulgária5,01,79 $360 $2,2 %
18Malásia4,33,39 $781 $0,9 %
19Portugal4,210,52 $2.500 $4,2 %
20Japão4,111,40 $2.769 $0,2 %
21Indonésia4,13,53 $872 $0,3 %
22África do Sul3,92,72 $699 $0,6 %
23Porto Rico3,92,92 $752 $2,8 %
24Vietnã3,83,23 $842 $0,9 %
25Belarus3,60,54 $151 $0,8 %
26Hong Kong3,632,70 $9.161 $8,9 %
27Ucrânia3,40,69 $203 $0,3 %
28Marrocos2,84,51 $1.611 $3,4 %
29Albânia2,71,24 $468 $6,8 %
30Bélgica2,67,45 $2.882 $1,2 %
31Coréia do Sul2,511,78 $4.675 $0,7 %
32Bahrein1,90,72 $379 $1,9 %
33Austrália1,826,23 $14.351 $1,7 %
34Colômbia1,41,96 $1.403 $0,6 %
35Ilhas Cayman0,70,96 $1.461 $17,2 %
36Panamá0,61,84 $2.845 $2,9 %
37Qatar0,614,32 $24.601 $8,0 %
38Luxemburgo0,54,45 $8.484 $5,1 %
39Etiópia0,52,28 $4.405 $2,1 %
40Sérvia0,41,42 $3.188 $2,3 %
41Cabo Verde0,20,17 $939 $8,7 %
42Moldávia0,00,35 $12.207 $2,6 %

A Alemanha é campeã mundial de viagens

Com uma impressionante quantidade de 99.533.000 viagens ao exterior em 2020, a Alemanha estava em primeiro lugar. Cada turista gastou uma média de 1.017 dólares americanos. Os USA seguiram em segundo lugar com 60.549.898 viagens ao exterior igualmente impressionantes e gastos de US$ 807 per capita.

Considerando que a China e os EUA têm uma população consideravelmente maior, os alemães estão se saindo muito bem. A propósito, a maioria de nós permanece na Europa durante nossas férias. Nos últimos anos, os destinos preferidos dos alemães têm sido a Itália, Espanha com a ilha de Maiorca e Áustria. Os países do sudeste da Europa também estão se tornando cada vez mais populares.

Internacionalmente, a participação de convidados asiáticos vem aumentando visivelmente há vários anos. Acima de tudo, chineses, sul-coreanos e taiwaneses podem ser vistos em cada vez mais países, onde tradicionalmente são visitados muito mais países durante as férias do que é habitual para os alemães. Como na grande maioria dos casos as férias não são mais longas, o tempo gasto em destinos de férias individuais é encurtado. Ao mesmo tempo, as frequentes mudanças de localização também aumentam o custo médio por pessoa.

Turismo em expansão e queda em 2020

Desenvolvimento do turismo mundial

Entre 1995 e 2019, o turismo internacional se desenvolveu de forma quase constante para cima. Somente nesses 24 anos, o número de visitantes aumentou em mais de 130 por cento. Somente nos anos após o 11 de setembro de 2001 e na época da crise econômica em 2008 é que houve quedas notáveis. A recessão mundial mais maciça e sem precedentes começou na primavera de 2020, quando as primeiras restrições e proibições de viagens foram impostas devido à pandemia de Corona. O gráfico mostra o desenvolvimento mundial do número de visitantes em milhões de turistas.

Um olhar sobre os custos

As receitas e despesas coletadas por turista só podem, naturalmente, refletir o que é estatisticamente verificável. Se um turista dirige pela Europa em uma autocaravana e sempre paga em dinheiro em euros (o euro é a moeda oficial em 26 países europeus), essas despesas dificilmente podem ser medidas.

Tal viajante não é registrado em nenhum lugar e também as despesas só podem ser atribuídas a um país de origem se os pagamentos com cartão de crédito ou saques em dinheiro o permitirem.

Os preços de transferência, como para os vôos, também estão incluídos nos custos de viagem. Entretanto, isto se aplica apenas aos vôos cujas companhias aéreas também estão sediadas no país de destino. Países com muitas de suas próprias companhias aéreas e boas conexões internacionais geram assim receitas mais altas do que os países menores. O fato de a Bulgária, por exemplo, receber apenas US$ 360 por viajante deve-se também ao fato de que o país, com apenas uma companhia aérea própria e relativamente pequena, não gera um número significativo de passageiros. Se um estrangeiro aterrissa em Sófia com a Lufthansa ou outra companhia aérea não-búlgara, os custos de vôo não contam como receita do turismo. Se, em vez disso, um viajante aéreo aterrissa com a Air France na França, Thai Air na Tailândia ou American Airlines nos EUA, a passagem aérea conta. Além disso, muitos países europeus têm receitas mais baixas simplesmente porque a viagem é muitas vezes feita de carro ou trem.


Comparação: Qualidade de vidaQualidade de vida em uma comparação entre paísesComparação mundial da qualidade de vida: Em quais países as pessoas vivem agradavelmente, com segurança e saudavelmente?
Comparação: Custo de vidaComparação do custo de vida mundialClassificação do custo de vida internacional de 103 países em comparação com o Brasil
Ranking: Maiores aeroportosOs maiores aeroportos do mundoOs maiores aeroportos do mundo com números de passageiros, volumes de carga, companhias aéreas e outras informações detalhadas.